30 abril 2009

Central de Trabalhadores de Cuba pedirá fim do bloqueio


A Central de Trabalhadores de Cuba (CTC) anunciou que pedirá amanhã aos Estados Unidos o fim do embargo econômico ao país, durante a comemoração do Dia Internacional do Trabalho, dedicado ao 50º aniversário da Revolução Cubana, que levou Fidel Castro ao poder da ilha.

"Pediremos mais uma vez, energicamente, ao governo dos Estados Unidos a eliminação do bloqueio econômico contra nosso país, que é criminoso, genocida e não tem motivo algum para perdurar", informou a CTC.

O presidente cubano, Raúl Castro, afirmou, na quarta-feira, que seu país "não tem que fazer gestos" de boa vontade para iniciar o diálogo com Washington, já que "o bloqueio (econômico) ficou intacto", após a decisão do presidente Barack Obama de eliminar as restrições a viagens e envio de remessas à ilha.

Para o mandatário cubano, essas medidas "apesar de positivas, têm um alcance mínimo". Durante os festejos de amanhã, também será pedida a liberdade dos cinco agentes cubanos que foram condenados nos Estados Unidos por espionagem, em 2001.

A central operária também irá comemorar seus 70 anos de existência. "Nós nos sentimos orgulhosos de poder mostrar que nossos trabalhadores e suas famílias têm educação e saúde gratuitas com qualidade, empregos dignos e seguridade social, conquistas que muitas pessoas no mundo nem sequer sonham", ressaltou a organização.

A CTC afirmou que será celebrado amanhã o "espírito de luta e capacidade de resistência" dos cubanos, assim como "o compromisso de trabalhar com maior consagração ao trabalho, com mais produtividade e eficiência".

Para a manifestação, foram convidados 2 mil representantes de movimentos operários de 80 países.

Fonte: Ansa

Um comentário:

David Aragon disse...

E aew velhinho, segue lá o nosso blog:

http://ujsceara.blogspot.com/

Sou seguidor aqui há um tempão! Um abraço aqui do Ceará e saudações socialistas, gostei muito do blog de vcs!